Visita as unidades produtivas do NEAPO abre a 1ª Jornada Decolonial Internacional na UEMA

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) Participa da Jornada Decolonial Internacional e abre suas atividades com visita às unidades produtivas do NEAPO (Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica do Maranhão)

Author: Assessoria de Comunicação UEMA e SDG UEMA

A Universidade Estadual do Maranhão, por meio do Programa do Pós-Graduação Cartografia Social e Política da Amazônia, o Programa de Pós-graduação em Agroecologia, Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica do Maranhão, Curso de Zootecnia, Curso de Ciências Biológicas e a Assessoria Especializada na Articulação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, integra a programação da 1ª Jornada Decolonial Internacional – Região Foco: O Arco de Regeneração da Amazônia. A Instituição executa ações envolvendo povos tradicionais, docentes e discentes da UEMA durante o período de 8 de junho a 2 de setembro.

A 1ª Jornada Decolonial Internacional – Região Foco: O Arco de Regeneração da Amazônia realiza eventos paralelos em diferentes locais do mundo para se conectarem e aprenderem sobre a região em foco, contemplando o Maranhão e o Pará no Brasil. As atividades realizadas durante o evento estarão correlacionadas aos temas:
– Comunidades tradicionais;
– Violações dos direitos humanos;
– Contexto histórico de desmatamento;
– Contexto sócio-político-ambiental atual na região em foco;
– Ecossistema nativo da região em foco;
– Decolonização.

E as atividades já começaram!

O Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica do Maranhão (NEAPO), em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Agroecologia, a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (AGERP) e Alimentun LTDA, promoveram a 1ª Jornada Decolonial Internacional – Região Foco: O Arco de Regeneração da Amazônia com ação realizada no dia 8 de junho no Campus Paulo VI, promovendo visitação e diálogo nas Unidades de Aprendizagem do NEAPO.

Na fala de abertura tivemos a participação da Dra Ariadne Enes Rocha, Assessora ODS Uema, Dra Maria Rosângela Malheiros coordenadora do NEAPO, Mestre Marluze Pastor, da AGERP, e Dra Thais Roseli Corrêa coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Agroecologia.

A visita contou com a participação do grupo de 45 pessoas composta por agricultoras de comunidades rurais da Ilha de São Luís (Coquilho, Tajipuru, Mato Grosso, Pindoba, Cajupari e Santa Maria), técnicos da AGERP, docentes da Uema e discentes da graduação e pós-graduação da UEMA.

A atividade foi conduzida por docentes e discentes da UEMA permitindo uma trilha de aprendizado.

1. Sistema Agroflorestal com Fruteiras Nativas (SAF):
Coordenado pelo prof. Dr. José Ribamar Gusmão Araujo que mostrou a importância desse sistema para a sustentabilidade social, econômica e ambiental.

2. Produção Orgânica das Hortaliças, dividida em Convencionais e Não Convencionais (PANC´s):
A produção das hortaliças convencionais foi exposta pelo discente da Agronomia Raimundo Matos Pereira Neto e das Convencionais – PANC´s pela prof.ª Drª Josilda Junqueira Ayres Gomes que expôs a importância de inserção dessas espécies na alimentação, a forma de cultivo e consumo, finalizando sua exposição com a degustação de algumas de suas receitas.

3. Produção de Gongocomposto:
Relatada pelo discente da agronomia Jefferson Fontinelle Borralho que apresentou essa alternativa de produção de adubo orgânico usando embuás.

4. Oficina de Manejo Agroecológico de Doenças:
Ministrada pelos discentes da Pós-graduação em Agroecologia (PPGA), Alan de Sousa Sousa, Maria Francisca Oliveira Borba, Anne Caroline Bezerra dos Santos, coordenados pela profª Drª Antonia Alice Costa Rodrigues.

5. Identificação e Manejo de Plantas Espontâneas:
Ministrado pelos doutorandos do PPGA, Edaciano Leandro Losch e Fabio Pierre Fontenelle Pacheco, coordenado pela prof.ª Drª Maria Rosangela M. Silva.

6. Restauração Ecológica:
Apresentada pelo Prof. Dr. Guillaume Xavier Rosseau.

Programa

Está no Maranhão e quer acompanhar as atividades? Confere o programa:

DATAATIVIDADELOCALSETOR
8 de junhoVisita a unidades produtivas do NEAPO, realização de oficinas com os temas: manejo ecológico de pragas, doenças e plantas espontâneasSão LuísNúcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica do Maranhão – NEAPO/Uema, Programa de Pós-Graduação em Agroecologia – PPGA/Uema e Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural – AGERP.
10 de junhoPráticas de meliponicultura sustentável e preservação ambientalBacabeiraCurso de Zootecnia – CCA/Uema
9 de agostoMesa redonda – Desenvolvimento, Mega Empreendimentos e Comunidade Tradicionais: imobilização e resistênciaCaxiasPrograma de Pós-graduação Cartografia Social e Política da Amazônia – PPGCSPA/Uema.
10 de agostoMesa redonda – Museus Indígenas e Quilombolas na Pan AmazôniaSão LuísPrograma de Pós-graduação Cartografia Social e Política da Amazônia – PPGCSPA/Uema.
11 de agostoMesa redonda – Povos e Comunidades tradicionais e a Agenda 2030:  é possível um desenvolvimento sustentável?São LuísPrograma de Pós-graduação Cartografia Social e Política da Amazônia – PPGCSPA/Uema.
11 de agostoMesa redonda – Comunidades Quilombolas e a Violação dos Direitos humanos São LuísPrograma de Pós-graduação Cartografia Social e Política da Amazônia – PPGCSPA/Uema.
14 de agostoMeliponicultura como meio de desenvolvimento sustentável na Baixada Maranhense Arari/BrasilArariCurso de Ciências Biológicas – CECEN/Uema
21 de agostoSustentabilidade em fragmentos florestais periurbanos: possibilidades e perspectivas para o Cinturão Verde – São Luís/Brasil.São LuísCurso de Ciências Biológicas – CECEN/Uema
2 de setembroDesmatamento na Amazônia Maranhense: causas e consequênciasSão LuísAssessoria Especializada na Articulação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS/Uema

A sua doação faz toda a diferença!
Vamos manter o contato!
Pode nos encontrar também no LinkedinFacebookTwitter ou Instagram 
www.meli-bees.org

Leave a Reply

Your email address will not be published.